quarta-feira, janeiro 27, 2010

Da revolução que vos...



Alguém devia escrever um livro sobre a transformação do progressismo em ideologia ditatorial. Digo transformação, mas não devia. A ideia dos progressistas sempre foi avançar uma forma de vida particular, rejeitando formas de vida opostas, utilizando o poder do Estado para o efeito. Nada distingue, portanto, o progressismo militante dos dias de hoje da influência da igreja no poder em tempos distantes.

Podemos ver o progressismo em acção, por exemplo, na discriminação dos fumadores, no aquecimento global ou na proibição do véu integral em França. Há muito que a «superioridade moral» dos progressistas é uma farsa, embora não passe por tal. Mas afinal que diferença existe entre os islâmicos que obrigam as mulheres a usar o véu e os franceses que as proíbem de o fazer?

«Progressistas do caralho da revolução que vos foda a todos», dizia o José Mário Branco. É isso.