quinta-feira, janeiro 21, 2010

Dizer adeus ao Euro, dizer olá ao Ouro

Isto era das melhores coisas que nos podia acontecer. A centralização política em Bruxelas não é tão grave nem tão perigosa como a centralização monetária em Frankfurt, e visto que nunca deveríamos ter aderido à centralização monetária, sair do clube só peca por ser tardio.
Sair da zona euro vai ser caótico, sobretudo porque a saída vai ser provocada pelo caos da bancarrota estatal. Mas será uma oportunidade para enterrar o Banco Central, rejeitar o dinheiro do Estado e abraçar o dinheiro do Mercado.