quinta-feira, maio 17, 2012

Não importem o BOPE.

A resposta adequada à criminalidade violenta não é dar mais poder e mais armas ao Estado, como se sugere aqui. A solução a longo prazo passa pelo desmantelamento do Estado Social e pela derrota ideológica da mentalidade secular e esquerdista da vitimização dos criminosos, que efectivamente patrocina e justifica a degradação moral que se torna cada vez mais comum e variada. 

A curto prazo, a resposta adequada à criminalidade violenta é a legalização das armas, da legítima defesa e da formação de milícias voluntárias. Porque "importar o BOPE" só vai adicionar um gangue, ainda maior e mais bem armado, aos outros, e este com permissão legal e salário pago pelo contribuinte.

Sem comentários: